Identidade à flor da pele

Identidade à flor da pele

Por | 12 . junho . 2012 | Comente!

Pensando na forma de expressão mais antiga, que seria a pintura corporal e a sua significação atual refletida não só na pintura da face mais também na representação pictórica em nossa pele ( tatuagem ), venho mostrar um pouco do que  o diretor criativo da Chanel inseriu em um dos seus desfiles e virou moda. A história da identidade corporal e suas representações carrega um significado profundo de identidade do indivíduo e do grupo, acho que isto daria outros posts.

 

 

TAGS:

Coletivo FAKE FAKE

O FAKE FAKE é um coletivo colaborativo que reúne pensadores visuais. Produção e curadoria de projetos em ilustração, arte e design.
468 ad

Deixe uma resposta